e-Zap! Seu cantinho 'zap' na net

Pérolas dos jogadores de futebol

São velhas, mas clássicas.


‘Tanto na minha vida futebolística quanto com a minha vida ser humana.’
(Nunes, ex-atacante do Flamengo, em uma entrevista antes do jogo de despedida do Zico)


‘Que interessante, aqui no Japão só tem carro importado.’
(Jardel, ex-atacante do Grêmio)


‘As pessoas querem que o Brasil vença e ganhe.’
(Dunga, em entrevista ao programa Terceiro Tempo)


‘Eu, o Paulo Nunes e o Dinho vamos fazer uma dupla sertaneja.’
(Jardel, ex-atacante do Grêmio)


‘A partir de agora o meu coração só tem uma cor: vermelho e preto.’
(Jogador Fabão, assim que chegou no Flamengo)


‘Tenho o maior orgulho de jogar na terra onde Cristo nasceu.’
(Claudiomiro, ex-meia do Inter de Porto Alegre, ao chegar em Belém do Pará para disputar uma partida contra o Paysandu, pelo Brasileirão de 72)


Numa final de Copa do Mundo, Galvão Bueno perguntou a Pelé, o que ele achava do jogo. Pelé respondeu:
“Uma das duas seleções vai ganhar o jogo!”.


‘Nem que eu tivesse dois pulmões eu alcançava essa bola.’
(Bradock, amigo de Romário, reclamando de um passe longo)


‘No México que é bom. Lá a gente recebe semanalmente de 15 em 15 dias.’
(Ferreira, ex-ponta esquerda do Santos)


‘Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe.’
(Jardel, ex-atacante do Vasco, Grêmio e da Seleção)


‘O meu clube estava a beira do precipício, mas tomou a decisão correta, deu um passo a frente.’
(João Pinto, jogador do Benfica de Portugal)


‘Na Bahia é todo mundo muito simpático. É um povo muito hospitalar.’
(Zanata, baiano, ex-lateral do Fluminense, ao comentar sobre a hospitalidade do povo baiano)


‘Jogador tem que ser completo como o pato, que é um bicho aquático e gramático.’
(Vicente Matheus, eterno presidente do Corinthians)


‘O difícil, como vocês sabem, não é fácil.’
(Vicente Matheus)


‘Haja o que hajar, o Corinthians vai ser campeão.’
(Vicente Matheus)


‘O Sócrates é invendável, inegociável e imprestável.’
(Vicente Matheus, ao recusar a oferta dos franceses)

Ah! Se os torcedores do Brasil fossem assim...

Alguns estudantes secundaristas coreanos resolveram torcer de maneira bastante diferente por seu time de futebol. De forma surpreendente, usando suas roupas (abrindo e fechando os blusões e usando camisetas coloridas) e coreografia, eles acabam montando uma espécie de LCD humano. Veja o vídeo para entender…