e-Zap! Seu cantinho 'zap' na net

11/11/11 - 11:11 da manhã

 

 Ahá! Acharam que iriamos esquecer, não é? Este é um momento célebre, que ocorre uma vez a cada 100 anos: um período de tempo que pode ser descrito apenas repetindo um único de número: o número 1. "Oh, o que isso significa? devemos correr para as nossas casas? O que devemos fazer?" Acalmem-se, discipulos. Vos explicarei a verdade por trás desse grande acontecimento.

Tudo começou a dois dias atrás. Acho que foram três. Estava eu, como todo paranaense bairrista, lendo a Gazeta do Povo (tenho a primeira edição, caso alguém queira comprar), quando me deparei com a notícia incrível dessa data que eu desapercebi por uma ironia temporal.

Que bacana! 11/11/11, 11:11. Minha mãe nasceu dia 11/11, isso eu não tinha esquecido. Ah, e minha avó paterna também.

Eu não. Foi no dia 21/05 (o ano vocês podem conferir no meu perfil). Ah, tanto faz! Eu nem comemoro. Mas olha o "1" ali de novo!

Enfim, segundo a matéria que eu li, existem muitas superstições por trás dessa data. Entre atentados à torres, o 112º papa, abertura de portais, e coisas do tipo.

Diz a matéria:

"Alguns numerólogos atribuem ao número 11 poderes paranormais que criarão um canal de comunicação com o subconsciente. Outros sustentam que o número representa a dualidade do bem e do mal na Humanidade.

Na internet, blogueiros insistem no caráter místico do 11, que segundo eles pode estar associado aos desastres como os ataques do 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos.

A profecia de São Malaquias, que no século XI previu que existiriam 112 papas antes do apocalipse bíblico, também foi citado. O atual papa, Bento XVI, é o de número 111.

A data 11 é historicamente carregada de significados. Além dos atentados de 2001, o armistício da Primeira Guerra Mundial foi firmado às 11H00 da manhã do dia 11 de novembro de 1918."

Eu não acredito nessas coisas de ocultismo. Se bem que na parte das torres eu acredito, porque afinal, aconteceu. Mas acho que foi mais uma estratégia de marketing terrorista por parte do Osama: o numeral 11 até lembra um pouco duas torres.

 Mas, no resto, não tem como acreditar. Eu vi muitas coisas importantes acontecer no mundo. Outras, fiquei sabendo. Mas cada uma delas aconteceu não por uma peripécia do relógio, do calendário, porque estas coisas aí fomos nós mesmos quem criamos.

As coisas acontecem porque nós não somos inertes. Somos seres de atitude, capazes de mudar o mundo para melhor ou pior se quisermos.

Você acredita em superstições? Bom, não está prejudicando os outros com isso. Mas não esqueça de também não se prejudicar, de não se tornar alguém que espera que as coisas vão acontecer enquanto você está de braços cruzados, porque a vida não está fácil assim, não.

"Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente".

Inclusive, é seguro que nesta importantíssima data, uma boa parte dos nossos queridos leitores não fez mais do que brigar pelo "first" nesse post. First este, aliás, composto do importantíssimo número 1.

 Ah, é... o e-zap não tem essa briga... rs...

 

 

 

Gian e Giovanni versão MEME

Meme todo mundo conhece. Acho que Gian e Giovani quem tem mais de 18 anos conhece também. Não eles não são atores pornôs, é só que andam um pouco sumidos há alguns anos. Essa música aqui representada, inclusive, era sucesso quando eu tinha uns quatorze anos. Eu não sou o criador da tirinha, mas achei muito engraçada... Vale a pena ver.

Fórmula 1 nas coxas

Então, eu não escolhi nascer brasileiro, apesar que se pudesse escolher, dificilmente faria uma boa escolha, já que cada nação tem lá suas desvantagens. Mas tem uma coisa em ser brasileiro que eu acho legal, que é a paixão natural por automobilismo. Não por corridas, confesso, mas achei bem interessante a sequência de fotos que recebi por e-mail de como era a coisa no passado. Se você já viu, tudo bem, as fotos são antigas, mesmo.

 

 

 

Clemont-Ferrand ano 1969, equipe Matra num momento ocioso... Tudo "profiça"!

 


 

 

Balanceamento no quiosque da Dunlop anos 60

  

 Para quem não conhece, o senhor a esquerda, acompanhando o trabalho, é Colin Chapman - fundador da Lotus.

  

 Mecânicos da Honda(com uniformes de beisebol) em Monza 1966.No ano anterior haviam conseguido a primeira vitória na F-1, no México.

 

Ferrari em 1954, Circuito de Nurburgring. Jose Froilan Gonzalez, o piloto, guia o carro da Scuderia
Italiana. Reparem que o único cinto que ele usa é o das calças. A corrida foi vencida por Juan Manuel Fangio e sua Mercedes. Froilan chegou em segundo lugar, completando a dobradinha argentina.

Ano 1974
Caixa de ferramentas.

Hospitality Center

Reunião no “motorhome” da Lotus Hockenheim 1970.

O sujeito da direita é Jochen Rindt, que venceu a prova, morto em Monza no mesmo ano
e único campeão póstumo da F-1.

Câmera onboard

Reabastecimento

Estacionamento - Ano 1971, Montjuich, Barcelona.

Piloto fazendo lanche dentro do carro

Clemont-Ferrand 1973
Mecânicos dão duro no carro de Emerson. Com certeza não estavam mexendo no mapeamento do motor.

Mônaco 1973
Condessa Cristina Caraman e o macacão de François Cevert. Infelizmente o francês morreu em Watkins Glen naquele mesmo ano.

 

Box da Ferrari em Monza, 1971. Praticamente a borracharia do Bola, aí no seu bairro...

 

 

 

 

Segundo dono

 

E não é que eu chamaria isso de um bom negócio? As pessoas tem preconceito, mas na verdade, comprar um carro ou moto de segunda mão não é tão ruim. Até super-heróis fazem isso. Talvez tenha sido alguma crise financeira, ou objeto de desejo... sei lá! Só sei que o Bruce Wayne desse post tem lido classificados, pelo jeito...

 

Viram como classificados funcionam? O Batman comprou esta moto com o Power Ranger vermelho, certeza!

Agora sejam bonzinhos e cliquem nos anúncios dos parceiros do E-zap. ;)

 

 

 

Meu dilema diário

Você, nobre empresário, acha que seu funcionário é vagabundo? Dorminhoco? Preguiçoso? Você, caro assaliado, praticamente escravo do sistema, acredita mesmo que o seu problema seja falta de motivação?

Pois é. Muitas vezes, a razão do baixo desempenho, que óbvio, incomoda os dois lados - empregados e empregadores - pode ser um distúrbio do sono.

Estive em um especialista recentemente, e descobri que eu tenho um. Não é exatamente uma apneia, mas é um problema que dificulta a minha respiração e me faz dormir mal, mesmo que eu esteja desacordado. Isso, na prática, faz com que eu acorde cansado, mesmo quando dormi a noite inteira.

Aí é impossível chegar na empresa todo motivadinho.

Não sei quem desenhou essa tirinha, mas me identifiquei. Toda noite é a mesma coisa: quando a respiração deixa, o cérebro não quer. Quando o cérebro não aguenta, a respiração não deixa, e assim vai... =/

Me gusta

 

 

Uma aventura da Pomba Rola® em tirinha. Pomba Rola® é um personagem do E-zap. Se você a ver em outro site, sem citar referências, pode apostar: foi copiado daqui.

A Pomba Rola é desenhada em tirinhas desde 1996, e ganhou espaço na internet recentemente. 

 

 

 

lol