e-Zap! Seu cantinho 'zap' na net

O cão mais velho do mundo

Chanel é a cadelinha mais velha do mundo, segundo o Guiness.

A dachshund tem 21 anos, o que, proporcionalmente, seria como um humano chegar ao 147° aniversário.

Claro, Chanel não tem o vigor de um cão jovem, mas sua dona, Denice Shaughnessy, diz que ela é independente, e geralmente quer fazer as coisas do seu jeito.

 

Chanel usa óculos especiais devido à catarata, e seu casaquinho não é um charme, e sim proteção contra o frio.

Sua casa é aquecida mecanicamente, e ela come apenas frango cozido e massas, para não prejudicar sua dentição.

Antes de Chanel, o cão mais idoso era um beagle de 28 anos de idade, da cidade de Virgínia, que morreu no ano passado.

A notícia é do New York Post.

 

Dragãozinho

Segundo a Wikipédia, o Cordylus cataphractus é uma espécie de lagarto pertencente ao gênero Cordylus, da família Cordylidae. Ele tem entre 15 e 20 centímetros de comprimento, habita os desertos do sul da África, possui escamas pontudas para proteção, é ovovivíparo e alimenta-se principalmente de insetos. Vive em pequenos grupos e hiberna durante o inverno.

Esse lagarto exibe características marcantes, como o cuidado com a prole, muito raro em répteis, mas a característica que lhe trouxe fama e o apelido de "lagarto-tatu" é o mecanismo de defesa no qual este lagarto morde a ponta da cauda e se enrola formando uma bola de escamas pontiagudas. Acredita-se que ele faça isso para proteger sua barriga desarmada dos predadores, um comportamento também observado em crustáceos como o tatuzinho e mamíferos como o tatu.

 

Algumas das aves mais belas do mundo

 

Faisão Dourado

O faisão dourado é um pássaro da ordem dos galináceos nativo das florestas das regiões montanhosas do oeste da China mas populações selvagens também podem ser encontradas no Reino Unido e em alguns outros lugares do mundo.

 

Ave-do-Paraíso

A ave-do-paraíso pode ser encontrada nas regiões tropicais do Norte da Austrália, Nova Guiné, Indonésia e Ilhas Molucas.
A espécie da Nova Guiné tem penas laterais alongadas que formam a plumagem ornamental dos machos, famosos pela sua beleza.
Essas plumas brilhantes e coloridas já foram muito usadas como decoração de caríssimos chapéus femininos.

 

Arara Azul

Muito conhecidas no Brasil, as araras azuis são encontradas na parte central  e leste da América do Sul.
Ela é a segunda maior ave do grupo dos papagaios, perdendo apenas para o raríssimo kakapo, da Nova Zelândia.
A popularidade dessas araras como animais de estimação tem sido a maior responsável pelo declínio da população selvagem. Exemplares em cativeiro podem alcançar preços entre nove e doze mil dólares.

 

Flamingo

Os flamingos são encontrados em ambos os hemisférios, leste e oeste.
Esses pássaros freqüentemente ficam parados sobre uma perna só e a razão desse comportamento ainda não é completamente entendida.
Na Roma antiga a língua do pássaro era considerada uma iguaria e na região dos Andes mineiros matavam flamingos por causa de sua gordura porque acreditavam ser a cura para a tuberculose.

 

Scarlet Tanager

Esse é um pássaro migratório americano que vive o leste da América do Norte e vai para o noroeste da América do Sul, passando pela América Central em Abril e em Outubro, mês em que retornam para o norte para procriar.
Os machos adultos são de um vermelho bem vivo e asas pretas, bem diferentes das fêmeas que variam entre tons amarelados e esverdeados.

 

Northern Oriole

O corrupião-de-baltimore tem um bico pontiagudo e barras brancas nas asas, ele mede 18cm e pesa 34g.Também migratório, passa o verão no hemisfério norte e no inverno vai para o sul.
O macho tem coloração laranja no ventre e a fêmea adulta é amarelo acastanhada no dorso com asas escuras e ventre alaranjado.

 

Mountain Bluebird

Esse lindo pássaro azul de porte médio tem a plumagem numa incrível tonalidade de azul-celeste e prefere lugares abertos, diferente de outros de sua espécie.Além disso, pode ser encontrado em lugares mais frios durante o inverno.

 

Cardeal

O cardeal é encontrado principalmente nos Estados Unidos e México e também no Canadá, Guatemala e Belize. Os machos de tais aves possuem plumagem inteiramente vermelha, com exceção da face e da garganta, que são negras.
Esta espécie apresenta uma grande variação de cor entre sexos, com o macho apresentando um vermelho vibrante e a fêmea um escuro tom marrom-avermelhado.

 

American Goldfinch

Também conhecido como eastern goldfinch ou canário selvagem esse pássaro norte americano tem sua plumagem amarela ainda mais brilhante durante a estação de procriação, para atrair a fêmea.
O ritual da côrte inclui manobras aéreas e exibições vocais por parte dos machos.

 

Wood Duck

O pato-carolino é natural da América do Norte e vive em zonas pantanosas da costa este dos Estados Unidos, a espécie foi introduzida na Europa como animal ornamental de jardins.
O macho adulto desta espécie tem uma distintiva plumagem multicolorida e olhos vermelhos.A fêmea é um pouco menos colorida com partes brancas em volta dos olhos e na garganta.

 

Martim Pescador

Existem cerca de 90 espécies de martim-pescador, quase todas muito coloridas.O grupo está presente em todos os continentes, exceto nas regiões polares e na maioria das ilhas oceânicas.

Diferente da maioria de outras espécies de pássaro, machos e fêmeas não apresentam grandes diferenças na coloração.

 

Arara Vermelha

As araras vermelhas são encontradas desde o Panamá espalhando-se pelo norte das florestas sul-americanas e são as mais comuns entre as araras de maior porte.
São conhecidas como boas companheiras por serem muito dóceis o que as tornam alvo dos caçadores de animais silvestres que as vendem como animais de estimação.

 

Currupião

O currupião é o pássaro nacional da Venezuela .
Ele constrói seu ninho em cactos elevados mas pode também apropriar-se de ninhos de outros pássaros.Extremamente territorial ele defende seu ninho com ataques violentos contra os intrusos.

 

Blue Throated Bee-Eater

Esses passarinhos caracterizam-se por sua plumagem ricamente colorida, corpo delgado e penas alongadas na cauda.
São encontrados em Hong Kong, Taiwan, China e outros países do sudeste da Ásia.

 

Painted Bunting

Da família dos cardeais, o macho desta espécie é descrito como o pássaro mais bonito da América do Norte.
A cabeça em azul-escuro, verde nas costas e a parte de baixo vermelha torna fácil indentificá-lo. A plumagem da fêmea e dos mais jovens é verde e amarela e serve como camuflagem.

 

Tucano de Bico Arco-Íris

Esse é considerado o pássaro nacional de Belize e o que chama mais atenção é seu grande bico colorido.
Sua plumagem é principalmente preta com o pescoço e o peito amarelos.Tem pés são azuis e penas vermelhas no fim da cauda.O bico é verde em sua maior parte com detalhes em laranja e vermelho em ambos os lados.

 

Rainbow Lorikeet


Essa espécie de papagaio é encontrada na Austrália, leste da Indonésia, Papua Nova Guiné, Nova Caledônia, Ilhas Salomão e Vanuatu.
Como sugere seu nome, o Rainbow (arco-íris) Lorikeet é muito colorido.Quase todas as cores do arco-íris podem ser encontradas em suas penas.
Em cativeiro, ele tem um longo ciclo de vida, que pode chegar a 20 anos.

 

Arara Piranga

Muitas vezes confundida com a arara vermelha, a arara piranga, é uma arara encontrada do México à Amazônia até o Norte do estado brasileiro do Mato Grosso, Sudeste do Pará, Maranhão e da Bolívia.
Esse é o pássaro nacional de Honduras.

 

Martim Pescador do Bico de Cegonha

Essa espécie de martim pescador é nativa do sul da Índia e está amplamente espalhada pelas florestas tropicais de todo o sul da Ásia.Partindo da Índia e Sri Lanka até a Indonésia.

 

Pavão

Um dos pássaros mais lindos e coloridos do mundo os pavões asiáticos foram domesticados há muito tempo.
Para atrair a atenção durante a côrte, o macho exibe uma exuberante plumagem em forma de leque que toca o chão de ambos os lados mostrando toda a sua beleza.

 

O mito do Homem da Cobra e a imortalização da maçã do amor

As cobras não falam. E nem sobem no pezinho de limão. Mas uma coisa é certa para absolutamente todos os brasileiros: ninguém fala mais do que o homem da cobra.

Pode apostar, ninguém mesmo, nem mesmo as mulheres.

O que ninguém sabe é que o mito, o grande Homem da Cobra, realmente existiu.

Paulo Lucio Zimmermann, durante as décadas de 70 e 80, rodou o país causando dissabor com um ônibus Mercedão, onde realizava exposições adivinhem de que?

Cobras, cobras e mais cobras.

Até aí tudo bem. O incrível espetáculo contava inclusive com o número que era o auge, o frenesi do mundo mágico do circo na época: a apresentação da Monga, neste caso, Mongo, pois era um homem gorila, e não uma mulher.

O que eu gostaria de lembrar aqui é algo que pode em muito ter contribuído para a criação de um mito.

Eu citaria como categórico um fato que envolve aquela fruta doce, com um quê de produto europeu, da nobre estirpe dos frutos médio-cítricos, neste caso, embalsamada por uma calda de açúcar cristal que a tornava como um diamante, delicadamente misturada ao corante vermelho da cor do amor, amor que leva no sobrenome, imortalizada num filme plástico que nunca é retirado completamente, e não adianta tentar.

Exatamente, não estamos falando em nada mais e nada menos do que a Maçã do Amor.

Sim, acreditem! O Homem da cobra, embora não exista nenhum documento previamente registrado que possa comprovar, foi o responsável por popularizar esta nobre especiaria circense nas regiões baixas do Brasil, na República dos Estados Unidos do Sul.

Quantas vezes você foi ao parque, ficou com a boca cintilante e com as mãos gosmentas ao saborear tão maravilhosa iguaria!

Certamente muitas. O que vai mudar é que toda vez que avistar de longe este doce que é o símbolo da cultura nômade brasiliense, agora poderá pagar tributo ao nosso amado Homem da Cobra, aquele que arriscou sua vida para deixar sua contribuição cultural ao mundo contemporâneo.

Paulo Zimmermann faleceu a pouco mais de dez anos, muito tempo depois de aposentar o ônibus das cobras.

Agora... você deve estar pensando: o que é que isso tudo tem haver com qualquer outra coisa que exista no quadro mundial, no dia-a-dia da humanidade?

Eu respondo, com todo o prazer que o barulho destas teclas que aqui massacro podem causar:

O E-zap está aqui para levar em frente a saga do falador, saga do velho Paulo, e fazer perpetuar assim uma tradição. Está aqui para mostrar ao mundo que muitas notícias podem sim ser desvirtuadas, sem, contudo, perderem seu valor histórico.

E é a você, sábio e estimado leitor, nosso respeitável público, que damos as cordiais boas vindas!

Por isso, aproveite para visitar-nos quando quiser, pois estaremos aqui, luxuosamente instalados, até o dia em que não estivermos mais! E vida longa ao rei!!!