e-Zap! Seu cantinho 'zap' na net

Perfume FAIL

Nunca deixe um estagiário de publicidade dar o nome para o seu produto... 

"Avon Mito"*? Deve ter cheiro de "bananinha amassada no viveiro" (ou mamão estragado)

Não acredita? Confira no Avon Store:

http://store.avon.com.br/avonstore/dept.asp?dept_id=3200

*para quem não entendeu o trocadilho: a von+mito: a vomito; vomitar: êmese, é a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca.

Fadas Mortas na Gazeta do Povo

Para os marinheiros perdidos, prestem atenção na conhecidíssima foto abaixo:

Um artista muito criativo, que agora não recordo o nome, fez essa pequena escultura de fada morta, que despertou grande curiosidade há alguns anos, e que muitos desavisados acreditaram realmente se tratar de uma fada de verdade.

Bom, eu, por ser daltônico, não sou referência para fazer joguinhos com imagens. Mas o jornal Gazeta do Povo, aqui do Paraná (o qual orgulhosamente guardo aqui em casa a primeira edição com extremo carinho) colabora bastante.

Eu circulei em vermelho o Guará, pássaro que foi morto por um biológo cabeção distraído.

A pergunta que eu queria fazer: mais alguém acha que esse guará da foto, de cabeça para baixo, parece uma fada morta? O.o

Não acham? Não? Então licença, vou tomar meu remédio... :)

Homem leva 7 anos para montar quebra-cabeça e descobre falta de uma peça

O aposentado Jack Harris ficou bastante frustrado ao descobrir que seu quebra-cabeça de 5.000 mil peças não poderá ser completado. Ele passou os últimos sete anos e meio trabalhando na montagem da imagem.

O desafio do inglês de 86 anos começou no Natal de 2002, quando ele ganhou o quebra-cabeça da nora.

A família de Harris acredita que a peça que falta deve ter sido jogada fora por engano ou engolida por um dos cachorros dos filhos do aposentado.

Jack Harris é considerado um exímio montador de quebra-cabeça. No entanto, esse em especial levou mais de sete anos para ser completado. "Foi maravilhoso ver a imagem quase finalizada, mas quando Harris percebeu que faltava uma única peça para terminar, ele ficou muito desapontado", contou a nora ao jornal “Telegraph”.

Um representante da fabricante do quebra-cabeça afirmou que essa caixa não é mais fabricada e, portanto, não pode ajudar o aposentado.


Duvida? Clique Aqui

Só que clicando AQUI é mais legal

Google comemora 30 anos de Pac-Man - e quem joga é você!



Comecem a fazer "wakka wakka wakka" o dia inteiro, porque Pac-Man está comemorando seus exatos 30 anos de existência. Foi no dia 22 de maio de 1980 que a bolinha amarela mais querida da história dos video games aterrissou nos arcades. Para comemorar, o Google, em parceria com a Namco Bandai, a empresa criadora do Pac-Man, disponibilizou um novo e sensacional "doodle" - nome dado aos títulos gráficos especiais do Google - na página inicial com o tema do Pac-Man. Mas o mais divertido de tudo: você pode jogar! Os comandos são simples: basta utilizar as setas direcionais do teclado para movimentar o comilão.

Ainda mais: o seu amigo ou namorada não vão ficar de fora. O botão "Estou com sorte" foi substituído por um glorioso "Insert coin"; clicando nele, você dá início a um jogo simultâneo em 2-Player! Os comandos para o segundo jogador, que terá controle sobre a ilustrosa Mrs. Pac-Man, são W, A, S e D, replicando o esquema das setas direcionais do Player 1. Essa é sua chance de comemorar os 30 anos de Pac-Man experimentando essa versão massivamente nostálgica que, em torno das letras que formam a palavra Google, é uma réplica extremamente leal do Pac-Man para fliperamas. Se você nunca teve a chance de jogar, é a sua hora de conhecer a jogabilidade de verdade!

Pac-Man, imensamente popular até os dias de hoje, é universalmente considerado como um dos maiores clássicos de sua mídia, sinônimo virtual para video games e ícone da cultura popular dos preciosos anos '80. É um fenômeno social, e por isso e muitas outras coisas, prestigiamos o game neste dia tão especial. Parabéns a Pac-Man e à Namco Bandai!

Texto: Reino do Cogumelo


Eu do E-ZAP também faço minha homenagem:


Nintendo é a melhor empresa do mundo



A Big N é a melhor empresa do mundo, e não sou eu com meu coração nintendista quem ouso afirmar. Quem diz isso é a revista Bussines Week que divulgou a lista com as 40 melhores empresas do mundo. A pesquisa realizada pela consultoria A.T. Kearney examinou mais de 2500 empresas de capital aberto e que tiveram vendas de pelo menos 10 bilhões de dólares em 2008. As empresas são rankeadas não apenas pela sua receita, conceitos mais subjetivos como capacidade de inovação, visão do futuro e filosofia de liderança são levados em consideração.

A Nintendo é a única empresa do mercado de games que faz parte da lista, dominada por empresas de petróleo, mineração e telecomunicações. Nada mal para uma empresa que desenvolve o que para muitas mentes ignorantes ainda é brinquedo de criança né? É bom ver que esse universo dos games é cada vez mais aceito e entendido pela sociedade. Quem poderia imaginar que os games um dia seriam algo tão grande como são hoje?

Ah! Se os torcedores do Brasil fossem assim...

Alguns estudantes secundaristas coreanos resolveram torcer de maneira bastante diferente por seu time de futebol. De forma surpreendente, usando suas roupas (abrindo e fechando os blusões e usando camisetas coloridas) e coreografia, eles acabam montando uma espécie de LCD humano. Veja o vídeo para entender…


Quem é o Homem do Trololó?

Há alguns dias postei esse video, e por acaso achei a história deste honorável compositor e poeta:

"Virou febre na Internet um vídeo que muitos chamaram apenas de Trololo. É um vídeo de 1976 em que aparece o barítono russo Eduard Khil vocalizando uma canção chamada (em tradução livre) “Estou Feliz Porque Finalmente Estou Voltando para Casa”. No final da página você pode conferir o videoclip inclusive com legendas. (COM LEGENDAS PARA QUE VOCÊ POSSA ENTENDER A LETRA)


Todo mundo (ou seja, muita gente) republicou o vídeo em seus sites, tuitou a respeito, daquele magricelo com um vozeirão trinitoante.

Nascido em 1934 na Rússia, ele acabou adquirindo alguma fama e projeção no seu país na década de 1970. Era uma época difícil, na qual a liberdade de expressão era muito cerceada, o governo censurava tudo, e para que a produção cultural pudesse chegar ao público os artistas tinham de ser muito criativos, para poder ludibriar a “inteligência militar” que controlava a censura.

Então, quando Khil gravou o Trololó fê-lo porque a letra da música continha versos que os censores não deixariam passar de maneira alguma — algo como: estou cavalgando um garanhão, para encontrar uma menina quente e úmida para me dar prazer. Para não matar a criação resolveram então trocar a letra pelo bom e velho Trololó.

A aparição deste vídeo na Internet — ou o “meme” — fizeram com que muitos “fãs” instantâneos enviassem pedidos para que Khil abandonasse sua aposentadoria e fizesse uma turnê mundial. Não consigo imaginar estádios lotados de gente em êxtase ouvindo e cantando o Trololó, mas o ser humano é mesmo um bicho muito estranho. Contudo, é pouco provável que Khil, aos 75 anos, abra mão do sossego e da provável diversão de cuidar da banda de rock do filho para encarar todo o estresse de uma turnê — mesmo que seja só pelos bairros de Moscou.